Blog

Idoso olhando o mar residencial de idosos

Asilo? Não, não! Nós somos uma casa de repouso, entenda o porque!

É uma situação tão comum quanto inevitável. Em algum momento da vida, você e sua família viverão o dilema de como cuidar do idoso em casa e como oferecer todos os cuidados de que ele necessita para uma vida digna e saudável. Nessa hora, entra em foco uma palavra muito temida, repleta de preconceito: asilo!

Esse pensamento, no entanto, é ultrapassado. O que antes chamávamos de asilo, hoje denominamos casa de repouso. Trata-se de uma questão que ultrapassa a linguagem e mostra como o tratamento no antigo asilo mudou. Hoje, existe uma preocupação grande com bem-estar, com a felicidade dos moradores.

A casa Morada Primavera, casa de repouso para idosos em São Paulo, oferece ampla-infraestrutura para que o idoso tenha uma vida feliz e saudável.

Porque acreditamos que um residencial para idosos precisa ter a preocupação em criar um ambiente feliz, bem diferente da antiga imagem de asilo que tanto assusta as pessoas. Lá, os moradores contam com:

  • Visitas diárias;
  • Acompanhamento médico;
  • Enfermagem 24h;
  • Enfermagem técnica e padrão;
  • Nutricionista;
  • Recreação;
  • Terapia ocupacional;

Esqueça a palavra asilo. Residencial de Idosos não precisa ser um sinônimo ruim. 

É preconceito pensar que a vida do idoso na casa de repouso será cruel e como em um antigo asilo. As ILPIs –sigla para Instituições de Longa Permanência de Idosos– são uma modalidade de serviço, assim como escolas, creches e hospitais.

O Brasil tem, hoje, pouco mais de 5.500 de instituições do tipo casa de repouso, sendo apenas 238 delas públicas, e a maioria de origem filantrópica. Projeções do governo federal apontam para um crescimento do número de brasileiros idosos de 23 milhões para 35 milhões, nos próximos 15 anos. O número de leitos existentes, para acompanhar esse crescimento, terá, no mínimo, de dobrar. Por isso, é preciso repensar naquele conceito de asilo cruel e solitário.

A ideia de asilo surgiu no Brasil como lugar para onde se mandava doentes mentais que precisavam ser excluídos da convivência em comunidade. Acreditava-se, há décadas, que “loucos” e pessoas “diferentes”, entre elas o idoso, tinham de ser isoladas no asilo. Mas isso ficou no passado. Hoje, sabemos que um residencial para idosos pode ser um lugar muito feliz como na casa Morada Primavera.

Também deseja o bem-estar do seu ente querido?

Então, fale com a gente! Morada Primavera: Av. São Gualter, 1043. Alto de Pinheiros. São Paulo – SP (11) 3023- 6825

O que achou deste artigo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. São Gualter, 1043. Alto de Pinheiros. São Paulo - SP