Saiba como lidar com a Diabetes durante a terceira idade

Senhor com a diabetes controlada recebendo tratamento em uma casa de repouso em São Paulo

Com um crescimento exponencial de 60% nos últimos anos no Brasil, contemplando 14 milhões de pessoas no país, a Diabetes está entre as doenças que mais atingem os idosos. Quase um terço dos diabéticos brasileiros possuem 65 anos ou mais.

A Diabetes tipo dois está relacionado ao envelhecimento, sedentarismo e a obesidade e é o tipo da doença que mais prevalece, além de ser um fator de risco que leva a complicações severas como amputações, cegueira e insuficiência renal.

De acordo com João Salles, médico endocrinologista da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, a glicemia descompensada pode “incapacitar o idoso, pois eleva os riscos de demência como Alzheimer, além da neuropatia diabética, que faz com que a pessoa perca a firmeza no andar, o uso de muitos medicamentos e outros problemas que impactam a qualidade de vida e aumentam o risco de morte.”

Prevenção e tratamentos para a Diabetes tipo 2

Existem diversas razões que fazem com que a população idosa seja a mais afetada pela Diabetes tipo dois. Uma delas é a fabricação de insulina que cai com o passar dos anos.

Como a insulina é o hormônio responsável por colocar a glicose dentro das células sua falta faz com que exista mais açúcar circulando e sobrecarregando o pâncreas.

Outro agravante é a diminuição da massa muscular nos idosos (sarcopenia) que se acentua com maus hábitos de vida e mudanças alimentares.

Ou seja, o idoso perde músculo e ganha massa gorda, sendo um dos principais fatores para o surgimento da Diabetes tipo 2.

Para prevenir essa doença é preciso manter o corpo em movimento:

  • Fazer atividades físicas regularmente
  • Caminhadas
  • Musculação
  • Exercícios aeróbicos
  • Manter uma alimentação saudável.

Manter um estilo de vida saudável ajuda na prevenção da doença, mas também é um ótimo tratamento para quem já sofre desse mal já que a doença evolui progressivamente.

Exames regulares precisam ser feitos para acompanhar a saúde dos olhos, rins e coração. No dia a dia é preciso tomar muito cuidado e ter atenção com o “pé diabético” condição em que qualquer micose, calo ou ferida que não sare pode levar a uma amputação do membro.

É recomendado o uso de calçados confortáveis e a avaliação dos pés constantemente para verificar se não existem lesões que podem se agravar. Caso o idoso não consiga se auto avaliar é de extrema importância que alguém o faça.

Conheça a casa de repouso Morada Primavera

Na Casa de Repouso Morada Primavera nossos idosos contam com um acompanhamento nutricional de primeira para assegurar a melhor alimentação, além de contar com acompanhamento médico e enfermeira de plantão 24 horas. Tudo para tornar a estadia do nosso hóspede a mais tranquila e confortável possível.

Entre em contato conosco, conheça nossa casa e tenha a certeza que nossos idosos são tratados com carinho, respeito e atenção que eles merecem!

Avalie este post!
Fechar Menu
× Agende sua visita!